terça-feira, 30 de junho de 2015

Bruna Maia, Fernanda Guimarães e Luciana Seabra recebem o Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor

Ana Paula dos Reis (Comitê de Educação da CVM), Bruna Maia (revista Capital Aberto), Antonio Castro (presidente da ABRASCA), Fernanda Guimarães (AE/Broadcast), Luciana Seabra (Valor) e Cássio Namur(Comitê de Educação da CVM).

Governança em tempos de crise será tema do Encontro de Relações com Investidores, dias 14 e 15

Diretores de companhias, instituições e empresas de serviços de R.I. irão se reunir no maior evento do continente.

Vem aí o 17° Encontro de Relações com Investidores e Mercado de Capitais, o maior da América Latina em seu segmento. Evento acontecerá nos dias 14 e 15 de julho de 2015, na Fecomércio, em São Paulo, e contará com a presença de alguns dos principais agentes de mercado do Brasil e exterior.

A abertura será feita por Leonardo Pereira, presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM); Antonio Castro, presidente da Associação Brasileira das Companhias Abertas (ABRASCA) e Geraldo Soares, presidente do Conselho de Administração do Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (IBRI).

Na oportunidade serão discutidos os seguintes painéis: “A comunicação da empresa com o mercado de capitais e a participação dos conselheiros de administração no processo”; “Governança do IFRS”; “Governança Corporativa em RI em tempos de crise”; “Gestão de Crise e Pesquisa Deloitte/IBRI “Governança Corporativa e RI” e a palestra “O mercado de capitais atual”, com Roberto Teixeira da Costa, do Conselho de Administração da SulAmérica.

No segundo e último dia, “Targeting, Acesso aos mercados desenvolvidos e as experiências em superar as dificuldades no atual cenário macroeconômico”; “Divulgação de resultados trimestrais e anuais - sua eficácia e propostas para discussão”; “A contribuição do RI para o Planejamento Estratégico da companhia”. Antonio Castro fará a palestra de encerramento.

Detalhes do evento, como painelistas, patrocinadores e feira de serviços você pode encontrar no site específico do evento: http://www.encontroderi.com.br/17/index.htm ou nos sites www.abrasca.org.br e www.ibri.com.br

terça-feira, 23 de junho de 2015

Presidente da CVM entregará Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor

Leonardo Pereira, presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), estará em São Paulo na próxima segunda-feira, 29, para a entrega do Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor. Ele dividirá a mesa com Antonio Castro, presidente da Associação Brasileira das Companhias Abertas, uma vez que a ABRASCA organiza o evento este ano.

Reconhecidos por colaborarem com a educação financeira, cada uma das vencedoras receberá um certificado e prêmios individuais no valor de R$ 3.500,00. São vencedoras as jornalistas Luciana Seabra Castro dos Anjos, categoria Jornal, com a matéria “O custo da inércia”, publicada em 19/03/2014 no Jornal Valor Econômico; Bruna Maia Carrion Acosta, categoria Revista, com a matéria “É com você, investidor”, publicada em abril de 2014, na revista Capital Aberto; e Fernanda Guimarães, categoria Mídia Digital, com a matéria “Papel do Conselho de Administração deve ganhar maior peso na análise do investidor”, publicada em 04/12/2014, pela Agência Estado.

O prêmio, em sua 9ª edição, é iniciativa do Comitê Consultivo de Educação, formado por membros da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Associação Brasileira das Companhias Abertas (ABRASCA), Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), ANCORD - Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias, Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC), BM&FBOVESPA S.A - Bolsa de Valores, Mercadorias & Futuros, Cetip S.A. – Mercados Organizados, Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) e Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (IBRI).

Veja mais informações sobre o Comitê na página www.comitedeeducacao.cvm.gov.br

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Sai resultado do Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor

O Comitê Consultivo de Educação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) distribuiu o seguinte texto:

Resultado do 9º Prêmio Imprensa.

Vencedores são reconhecidos por colaborarem com a educação financeira. O Comitê Consultivo de Educação da CVM anuncia os ganhadores do 9º Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor. Cada um receberá um certificado e prêmios individuais no valor de R$ 3.500,00.

Conheça os vencedores em cada categoria:

• Jornal – Luciana Seabra Castro dos Anjos Matéria: “O custo da inércia”, publicada em 19/03/2014 no Jornal Valor Econômico.

• Revista – Bruna Maia Carrion Acosta Matéria: “É com você, investidor”, publicada em abril de 2014, na revista Capital Aberto.

• Mídia Digital – Fernanda Guimarães Matéria: “Papel do Conselho de Administração deve ganhar maior peso na análise do investidor”, publicada em 04/12/2014, na Agência Estado.

Leia a íntegra das matérias no Portal do Investidor.

Saiba mais sobre o Prêmio Imprensa:

O objetivo é colaborar com a educação financeira, estimulando a imprensa a veicular matérias e reportagens que, de modo didático, esclareçam as oportunidades e os riscos dos diversos investimentos disponíveis para pessoas físicas no mercado de capitais, auxiliando na formação de investidores mais conscientes.

O Comitê Consultivo de Educação é o organizador da iniciativa e formado por membros da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Associação Brasileira das Companhias Abertas (ABRASCA), Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), ANCORD - Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias, Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC), BM&FBOVESPA S.A - Bolsa de Valores, Mercadorias & Futuros, Cetip S.A. – Mercados Organizados, Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) e Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (IBRI).

Veja mais informações sobre o Comitê na página www.comitedeeducacao.cvm.gov.br

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Última semana de bônus para o 17º Prêmio Melhor Relatório Anual

O Prêmio ABRASCA Melhor Relatório Anual, em sua 17ª edição, concederá bônus às inscrições realizadas até o próximo dia 29. O prazo final continua 31 de julho, mas sem pontuação extra.

Ferramenta de governança, o Prêmio foi criado com o objetivo de contribuir com as empresas para a melhoria da qualidade das informações apresentadas ao mercado. Os relatórios entregues até o dia 30 de abril de 2015 receberam 2 (dois) pontos de bonificação na média geral e até 29 de maio receberão 1 (um). Nenhuma bonificação ocorrerá para a entrega até 30 de junho e terão a dedução de 1 ponto na média os que entregarem no último prazo.

Serão premiadas companhias abertas, fechadas e organizações não-empresariais. As categorias estão assim dispostas: 'Companhia Aberta' dividida em subcategorias: Grupo 1 (empresas com receita líquida igual ou acima de R$ 3 bilhões) e Grupo 2 (empresas com receita líquida abaixo de R$ 3 bilhões); 'Companhia Fechada' dividida em Grupo 1 (empresas com receita líquida igual ou acima de R$ 1 bilhão e Grupo 2( empresas com receita líquida abaixo de R$ 1 bilhão). No caso dos bancos será considerada, ao invés de receita líquida, a receita bruta com intermediação financeira.

MENÇÕES - O Prêmio também terá 5 menções honrosas aos destaques em análise econômico-financeira; aspectos sócio-ambientais; estratégia; gestão de risco e governança corporativa. Também serão premiadas 'Organizações Não-Empresariais', ou seja, fundações, instituições de ensino, associações de classe, clubes, igrejas, filantrópicas e similares.

Criado pela ABRASCA em 1999, o Prêmio conta com o apoio institucional da ABRAPP, ABVCAP, AMEC, ANBIMA, APIMEC, BM&FBOVESPA, CODIM, IBEF-SÃO PAULO, IBGC, IBRACON, IBRADEMP e IBRI. A cerimônia de premiação ocorrerá no Auditório da BM&FBOVESPA, em São Paulo, dia 26 de novembro próximo.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Vídeo resumo do evento Mudanças Climáticas

Assista ao vídeo-resumo sobre o evento Mudanças Climáticas que ABRASCA e CDP promoveram na última semana:

http://www.youtube.com/watch?v=kpdWnB4XUWc …

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Empresas precisam estar atentas às mudanças climáticas, protegendo e gerando valor, diz Castro

As mudanças climáticas têm impacto significativo para as empresas. O diferencial está na capacidade das companhias em proteger e gerar valor para os negócios. Essa questão foi o ponto de partida para o evento realizado ontem, 7, pelo CDP (anteriormente Carbon Disclosure Project) e ABRASCA, no campus do Insper, em São Paulo. "Companhias precisam estar atentas em não gerar incertezas sobre suas políticas de emissão de carbono e gerenciamento de água", enfatizou Antonio Castro, da Associação Brasileira das Companhias Abertas (ABRASCA).

Segundo Castro, a remoção das incertezas - que evitariam o impacto da precificação das ações pelos investidores - é um trabalho que deve contar com a integração das áreas de sustentabilidade e de relações com investidores. "Sem olhar para a água e o carbono, a governança não consegue ser sustentável", completou ele, que também preside o Conselho do CDP. Já a diretora do CDP Latin America, Juliana Lopes, destacou que a entidade é um instrumento eficaz na gestão de riscos e que os temas apontados pelo colega Castro não podem ser negligenciados . "Estes hoje são imperativos para se fazer negócios", pontuou. O CDP atualmente tem 822 investidores associados, que movimentam mais de US$ 90 trilhões e estão permanentemente atentos às emissões e a criação de valor pelas companhias no mundo todo.

Em suas intervenções, Roberto Gonzalez (VP do Conselho do CDP) destacou que "hoje todos os segmentos são impactados pelas mudanças climáticas". Com o que concordou o colega Sérgio Lazzarini, professor do Insper, destacando exemplos bem sucedidos de PPPs focadas na sustentabilidade, utilizando métricas propostas pelo Insper. Lazzarini também citou exemplo dos Estados Unidos com o Public Energy Performance Contractting e explicou de que forma investidores apoiam projetos e se remuneram a partir de seus resultados. Outros expositores passaram pela Conferência, como o diretor de Sustentabilidade da Braskem, Jorge Soto; o professor da USP Ricardo Abramovay ; o diretor da Allianz Angelo Colombo e o sócio da Gestão Origami Vicente Manzione, além da diretora de imprensa e sustentabilidade da BM&F Bovespa, Sonia Favaretto; Carlos Frederico Aires Duque, diretor-superintendente do Infraprev; Roger Oey, da Bloomberg; Alexandre Gazzotti, da Itaú Asset; Priscila Borin, professora e pesquisadora do Insper, e representantes da Amundi e da Hermes Fund.

Ao final, Antonio Castro e Juliana Lopes manifestaram otimismo com o evento - que reuniu 100 pessoas nesta primeira edição - ao discutir cases e propor maior pró-atividade das companhias brasileiras e latinoamericanas em suas responsabilidades socioambientais, criando valor não só para elas próprias, como para a sociedade como um todo.