quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Petrobras e Algar vencem a 20ª edição do Prêmio Abrasca Relatório Anual

As empresas ganharam na categoria Companhia Aberta. Em Fechada e Organização Não-Empresarial há mais vencedores.

A Petrobras – que utilizou o modelo do Relato Integrado pela primeira vez – venceu na Categoria Cia. Aberta, Grupo 1 (receita líquida igual ou acima de R$ 3 bilhões) e a Algar, no Grupo 2 (abaixo de R$ 3 bi).

Na Categoria Companhia Fechada o prêmio coube à Votorantim S/A, no Grupo 1 (receita líquida igual ou acima de R$ 1bilhão) e o Grupo Sabemi conquistou o Grupo 2 (abaixo de R$ 1 bilhão).

A CBS Previdência levou na Categoria Organizações Não-Empresariais e, a exemplo de anos anteriores, houve Menções Honrosas para as seguintes Companhias: Análise Econômica – Banco Bradesco S/A; Aspectos Socioambientais - Duratex S/A ; Gestão de Riscos - Eternit S/A; Governança Corporativa - Itaú Unibanco S/A; Estratégia e Investimentos - QGEP Participações S/A.

Houve um total de 69 concorrentes neste ano. As notas de cada participante serão publicadas no site www.abrasca.org.br a partir do dia 17 próximo.

A cerimônia foi presidida por Lucy Sousa – presidente da Associação dos Profissionais de Investimentos e Analistas do Mercado de Capitais, Apimec/SP – e teve abertura do presidente do Conselho Diretor da Abrasca, Alfried Plöger, que elogiou os 21 patrocinadores e as entidades apoiadoras, bem como os veículos de mídia.

Em seu discurso, Plöger disse que o Parecer de Orientação 15, de 1987, sobre o Relatório de Administração, não contribui com nenhum tipo de disclosure, por estar envelhecido e repetitivo relativamente às informações contidas em outros formulários. Segundo ele, a Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca) levará à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pleito de excluir sua obrigatoriedade. “Seria mais uma redução no custo de observância”, ponderou.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

20° Prêmio Abrasca Relatório Anual

A Associação Brasileira das Cias. Abertas (ABRASCA) anunciará AMANHÃ (5ª), dia 6, os vencedores do 20° Prêmio Abrasca Relatório Anual, durante evento. Neste ano concorrem 69 relatórios, entre companhias abertas e fechadas, com trabalhos referentes ao exercício de 2017.

As abertas apresentaram 41 relatórios, sendo 25 classificados no Grupo 1 (empresas com receita líquida igual ou acima de R$ 3 bilhões) e 16 no Grupo 2 (receita líquida abaixo de R$ 3 bilhões). Já as fechadas concorrem com 11 trabalhos, dos quais oito estão dispostos no Grupo 1 (receita líquida igual ou acima de R$ 1 bilhão) e outros três disputam o Grupo 2 (receita líquida abaixo de R$ 1 bilhão). Já na categoria Organizações Não-Empresariais (do qual participam clubes, associações e igrejas, entre outros) o número é de 17 concorrentes.

O prof. Lélio Lauretti, ex-presidente da Comissão Julgadora do prêmio, fará palestra sobre o tema "Sustentabilidade e Longevidade".

DATA: 06 /12

HORA: 9h

LOCAL: Praça Antonio Prado, 48, Centro, São Paulo (antigo prédio da BM&F).

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Abrasca e Ibracon debaterão inovação e impacto de normas contábeis nas empresas de capital aberto

No dia 12 de setembro, reunindo os principais especialistas do País no tema, será realizado em São Paulo, no auditório do CIEE, o 8º Encontro de Contabilidade e Auditoria para as Companhias Abertas e Sociedades de Grande Porte. “Com reconhecidos profissionais do mercado e mestres da academia, debateremos o dia a dia deste setor e o que há de mais moderno em termos de ferramentas digitais”, ressalta Alfried Plöger, presidente do Conselho da Associação Brasileira de Companhias Abertas (Abrasca), que promove o evento juntamente com o Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon).

O encontro será aberto por Alfried Plöger, Marcelo Barbosa, presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), e Francisco Sant’Anna, presidente do Ibracon, que salienta: “Com painéis atuais e relevantes, esperamos dar mais subsídios aos profissionais da contabilidade que atendem essas grandes empresas, tanto na preparação dos balanços contábeis quanto na auditoria, contribuindo para o avanço do mercado e proteção do interesse público”.

Sant’Anna observa, ainda, que a “convergência às normas internacionais e a transparência na relação entre as empresas atendidas, profissionais da contabilidade, auditores e órgãos reguladores, além do aporte tecnológico pelas firmas e companhias, serão alguns dos temas abordados e contrapostos a um ambiente de negócios extremamente desafiador”.

O primeiro painel abordará “Data Analytics: a inovação da precisão nas áreas contábeis”, tendo como moderador Ricardo Lopes Cardoso, professor da Fundação Getúlio Vargas; e como debatedores Eduardo Mendes, pesquisador da Escola de Matemática Aplicada (FGV); Luiz Antonio Godoy, analista de dados da IBM e Rodrigo Donato, executivo da Oracle.

“Impactos da Instrução Normativa RFB 1771/17 que apura a tributação da IFRS 15 - Receita de Contrato com Cliente” é o tema do segundo painel, com presenças de Gilson Koga, auditor fiscal da Receita Federal do Brasil; Vanessa Rahal Canado, sócia do Derraik & Menezes Advogados e do Carlos Cavalieri, diretor Executivo da EY.

O terceiro painel abordará “Melhores práticas no processo de preparação na adoção de uma nova norma”, tendo à mesa Rogério Motta, coordenador da Comissão Nacional de Normas Técnicas do Ibracon; Eloísa Moraes Souza, contadora da Linx S.A. e Luciana Maia, superintendente de contabilidade da Neoenergia. Após o almoço haverá um debate sobre casos práticos de “Uso do Julgamento Profissional para a Implementação da IFRS 9 - Instrumentos Financeiros”, com Fernando Galdi, professor da Fucape; Rodrigo Andrade de Morais, superintendente de finanças do Itaú Unibanco; Rodrigo Alves, gerente executivo da área de Contabilidade e Tributário da Petrobras; Rodrigo Bassi, sócio da KPMG.

O último painel discorrerá sobre “Redução do custo de observância das normas da CVM”, com Alessandra Polastrini, consultora da Abrasca; Vinícius Almeida Janela, superientende da CVM; Rogério Hernandez Garcia, diretor Técnico da Diretoria Nacional do Ibracon; Gilberto Monticelli, consultor da Abrasca, e Kieran McManus, sócio da PwC.

A sessão de encerramento terá Alfried Plöger, da Abrasca, e Francisco Sant’Anna, do Ibracon. Veja programação completa no link: https://goo.gl/TvvCDE.

Credenciamento e informações à imprensa:

Abrasca - Nelson Tucci

Virtual Comunicação

Phone: (55) 11 2503.3987

Ibracon – RicardoFilinto

Ricardo Viveiros – Oficina de Comunicação

Phone: (55) 11 3675-544

terça-feira, 17 de julho de 2018

Presidente da CVM abrirá o 8º Encontro de Contabilidade e Auditoria

O presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Marcelo Barbosa, fará a abertura do 8º Encontro de Contabilidade e Auditoria para as Companhias Abertas e Sociedades de Grande Porte, no dia 12 de setembro próximo, em São Paulo. Barbosa dividirá a Mesa de abertura com Alfried Plöger, presidente do Conselho Diretor da Abrasca, e Francisco Antonio Maldonado Sant’Anna, presidente do Ibracon.

O evento, que permitirá pontos no Programa de Educação Profissional Continuada do CFC, é promovido pela Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca), em parceria com o Instituto dos Auditores Independentes (Ibracon), e discutirá os seguintes temas:

* Painel 1 - Data Analytics: a inovação da precisão nas áreas contábeis;

* Painel 2 - Impactos da Instrução Normativa RFB 1771/17 que apura a tributação do IFRS 15 - Receita de Contrato com Cliente;

* Painel 3 - Melhores práticas no processo de preparação na adoção de uma nova norma;

* Debate - Casos Práticos de Uso do Julgamento Profissional para a Implementação do IFRS 9 - Instrumentos Financeiros;

* Painel 4 - Redução do custo de observância das normas da CVM.

Conheça os palestrantes e acesse a ficha de inscrição pelo link:

http://www.sbeventos.com/encontrodecontabilidade/8/home/index.htm

A Virtual Comunicação é a Assessoria de Imprensa do evento.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Cresce faturamento das Companhias Abertas e NÚMERO de EMPRESAS LISTADAS pode DOBRAR

O lucro líquido consolidado de 361 companhias abertas somou, no final de 2017, R$ 164,8 bilhões, o que significa uma alta de 38,5% em relação ao ano anterior. Este é um dos dados reunidos na 14ª edição do Anuário Estatístico das Companhias Abertas, editado pela Abrasca, que será lançado no 20º Encontro Internacional de Relações com Investidores e Mercado de Capitais.

O mesmo trabalho reúne artigo do prof. Carlos Rocca e de Lauro Modesto, através de projeções do Centro de Estudo de Mercado de Capitais da Fipe (Cemec) mostrando que o mercado de capitais brasileiro tem potencial para dobrar o número de companhias abertas listadas na B3 nos próximos 10 anos, com acréscimo de 317 novas empresas.

Carlos Roca estará presente em coletiva de imprensa, comentando projeções do mercado de capitais, ao lado de Alfried Plöger (presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira das Companhias Abertas) para falar sobre investimentos das companhias.

SERVIÇO:

Dia: 20 / 06 (quarta-feira)

Hora: 16 h (coffe break do evento)

Local: Sala de Imprensa do 20º Encontro Internacional de Relações com Investidores

Avenida das Nações Unidas, 12551 – Piso C - Brooklin, São Paulo (WTC Hotel)

Assessoria de Imprensa da ABRASCA

Virtual Comunicação

Nelson Tucci e Rosa Symanski

Fones: (11) 2503.3987

Cel: Mobile / WhatsApp - (11) 95815.9902 - NTucci

virtual.com.mkt@uol.com.br

@virtualcom

https://www.facebook.com/VirtualComunicacao

www.virtualcomunicacao.net

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Seminário `Informe de Governança ICVM 586: valor de praticar e explicar´ será dia 17, em S. Paulo

Evento reunirá os maiores especialistas em governança do país.

Esclarecer as novas regras da Instrução CVM 586 que tratam da divulgação de informações sobre as práticas de governança é o objetivo do Seminário que ocorrerá no próximo dia 17, em São Paulo. A iniciativa é da Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca), em parceria com a B3 (a Bolsa do Brasil) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

“Será um evento do mais alto nível, contemplando as necessidades de entendimento das companhias abertas”, resume Alfried Plöger, presidente da Abrasca, lembrando ainda que este seminário faz parte de um programa chamado “Pockets EPC Abrasca” – eventos de curta duração, inseridos na Educação Profissional Continuada.

O formato Pocket consiste de quatro painéis com duração de duas horas cada, contendo assuntos correlatos e que se complementam: 1) Introdução; 2) Acionistas e Poder de Controle; 3) Conselho de Administração e Diretoria; 4) Órgãos de Fiscalização e Controle; Ética e Conflito de Interesses. (Veja programação pelo https://goo.gl/tjsCFU).

O Seminário “Informe de Governança ICVM 586: valor de praticar e explicar” terá como debatedores representantes da Abrasca, da CVM, da B3, do IBGC, de escritórios de advocacia especializados em mercado de capitais e representantes de algumas das maiores companhias do país.

Veja PROGRAMAÇÃO e Inscrições: goo.gl/tjsCFU .

domingo, 18 de março de 2018

O Futuro do Consumo

A PROTESTE promoverá seminário no dia 22 de março próximo, em São Paulo. O evento tem parceria da Virtual Comunicação, com tema e subtemas de alta relevância, como Mobilidade, Energia, Embalagens, Risco e Crédito, Criptomoedas e O Papel da Mídia. As inscrições são gratuitas.

Acesse http://www.ofuturodoconsumo.com/